Versailles [Paris]

Passeio fundamental de quem vai a Paris. Visitar os castelos dos reis Luíses XIII, XIV e XV é se deparar com o fausto que a Revolução Francesa deu fim, quando cabeças rolaram e o palácio virou museu. Versailles traz a definição e exemplo máximo do estilo de jardim francês: amplo, com gramados, fontes e construções distribuídas a boa distância umas das outras.

Dicas:
– 3a feira não é bom dia para ir. Os museus de Paris fecham nesse dia e a turistada toca pra Versailles. Dá pra ir de carro, mas o padrão é ir de trem. É melhor pegar o trem na estação de Saint Michel pois consegue-se um lugar sentado. Há estações no caminho em que os passageiros viajam em pé.

– os jardins são muito grandes. As caminhadas podem ser penosas para alguns. Há trenzinhos circulando que são oportunos para ir de um palácio a outro. Também há carrinhos elétricos para alugar, que permitem mais liberdade para ir aos cantos do grande espaço de Versailles.

O colorido da decoração (vide o teto da foto abaixo) impressiona. Os reis viviam bem. Uma curiosidade: Não havia banheiros em Versailles. Onde os nobres resolviam suas necessidades fisiológicas? Mas este é um pensamento negativo, de quem quer diminuir a estupenda beleza dos palácios do complexo de Versailles.

Le Petit Trianon é uma pequena jóia cercada por jardins.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.