Florença roteiro 2 dias


voltar a artigo de viagem à Itália

Florença está entre as dez mais lindas cidades do mundo. A capital da Toscana é um show de arquitetura e suas galerias apresentam coleções imperdíveis de pinturas e esculturas. Numa visita à Itália, é indispensável passar por Florença.

O passeio mais simples e direto é atravessar a cidade do Duomo até o Palácio Pitti. Este roteiro toca nos principais pontos turísticos da cidade. Dá pra fazer em um dia, mas dois dias é o mínimo que se pode dedicar a Florença. O mapa abaixo mostra o caminho que propomos:


View Larger Map

O Duomo de Florença é magnífico. Podemos vê-lo de todos os pontos da cidade. Seu estilo gótico, com mármore branco e preto, se assemelha ao outro, da outra famosa cidade toscana: Siena.

Depois de apreciar a igreja, passear em seu entorno, se abastecer na grande loja de chocolates Lindt (imperdível), toma-se rumo do rio Arno, descendo a Via del Calzaiuoli, que liga o Duomo a Piazza della Signoria. Esta larga rua de pedestres tem muitas lojas interessantes para satisfazer os viajantes consumidores compulsivos. Uma saída pela direita, na Via del Corso, nos leva a Piazza della Repubblica, com bonitos prédios. Há um carrossel (que espero que continue lá, senão vão reclamar que o site está desatualizado) bem colorido e iluminado, e restaurantes e cafés para os turistas se abastecerem vendo a vida que passa na praça.

O retorno a Via del Calzaiuoli para continuar a caminhada até a Piazza della Signoria. Esta praça é o coração de Florença. Lá, encontramos a famosa Fonte de Netuno (foto abaixo), a estátua de Davi, de Michelangelo (fake, a original está na Galleria della Accademia) e a estátua equestre de Cosimo (1595). Ou seja, é uma festa para os turistas ficarem passando o tempo e tirando fotos.

Abaixo, a dita cópia da estátua de Davi, com a porta do Palazzo Vecchio ao fundo.

O Palácio Vecchio deve ser visitado. Tem obras de Michelangelo e outros menos votados. Seu pátio interno é cercado de afrescos de Vasari. Mesmo sem muito esforço, a gente consegue fazer boas fotos por ali, como esta abaixo.

Junto do palácio, está a Galleria degli Uffizi. Trata-se de um museu riquíssimo numa área compacta e num prédio modesto, que contrasta com a riqueza interior. A turma está toda lá: Michelangelo, Leonardo da Vinci, Botticelli, Rafael, Ticiano… Merece uma visita de algumas horas.

Depois de um banquete de cultura, cabe uma saída pela margem do Rio Arno, em direção a Ponte Vecchio, que fica logo ali do lado. Num show de pouca criatividade, apresento abaixo a foto típica que todo mundo faz mostrando a famosa ponte vista da Galleria degli Uffizi. Mas, reconheçamos, é um bom ângulo para mostrá-la…

A ponte é um pequeno shopping especializado em jóias situado sobre o rio. Os preços são altos, mas você poderá dizer que comprou na Ponte de Vecchio. Atravessando a ponte, justo em frente, há uma boa rua de comércio para se bater perna: a Via de Guicciardini. Ela nos leva a Praça e Palácio Pitti. O palácio é bonito pela arquitetura e pelas obras de arte que guarda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *