Londres [dia 6: Piccadilly, Regent Street, Oxford Street]

ir para índice de Viagem a Londres

Nossa proposta é fazer a caminhada de Piccadily até o Marble Arc na ponta da Oxford Street. O caminho pode ser visto no Google Maps.

Piccadily é a Times Square de Londres. Ou é o contrário? Bem, é uma praça combinando prédios bem londrinos com painéis de publicidade e uma estátua central para dar o tom de “pracinha” da cidade. É ponto de passagem inevitável para o turista que chega em Londres.

Londres

Perto da estação de metrô Piccadily, ficam os teatros e o bairro chinês (Chinatown). Por exemplo, no teatro Queen´s, o musical Les Misérables é encenado há dezenas de anos.

Londres

Depois de circular pelas proximidades de Piccadily, recomendamos tomar a Regent Street, que começa com uma larga curva à direita, com prédios recheados de lojas de marcas famosas. O passeio por ali é no estilo de ver lojas e olhar o movimento. Tem Uniclo, cadeia de lojas japonesa, com preços imbatíveis, mesmo pagando em libras. Subindo a rua surgem variações de comércio com Apple, Godiva, Hermes…

Londres

O trajeto leva até a Oxford Circus, na esquina com a rua de mesmo nome, que sugerimos dobrar à esquerda para seguir pela Oxford Street. Se você quiser ir numa interessante loja de design, visite a Muji, mas para isso, dobre à direita na Oxford Street onde encontrará uma das lojas de Londres.

A caminhada pela Regent continua sendo oportunidade para ver o bom comércio de rua da cidade. Já mais próximo do fim do percurso, um grande prédio iluminado mostra que chegamos à sofisticada loja de departamentos Selfridges.

Londres

As fotos variam entre o dia e a noite, mas este passeio funciona bem durante o dia. Sempre é bom ter um guarda-chuva na bolsa, pois parece que em Londres chove em metade dos dias do ano.

A conclusão da caminhada é com a chegada do Hyde Park, quando encontramos o Marble Arch, típico monumento dos impérios (romanos e franceses também adoram um). Este exemplar é de pequeno porte e seu arco é estreito, tendo trazido problema para a passagem das carruagens mais parrudas da rainha da Inglaterra. Se houver energia, ou ainda for cedo, o Hyde Park está ali mesmo para ser visitado…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.