Los Angeles [EUA] Universal Studios

Visitar um parque é programa indicado para a visita à cidade. Se tiver com crianças, não há dúvida. Tem uma Disneyworld (a original) e a visita à Paramount, focada em ver os estúdios onde são gravadas as séries. A Universal Studios, que elegi nesta minha visita, mistura o conceito de parque com a magia do cinema.
Dica: Compre antes seu tíquete pela internet. O ganho de tempo justifica o preço superior. Comprando antes, não se entra na fila para comprar na hora. Compre ingresso Front of Line Pass. O ingresso comum custa US$80 e o preço do Front Line sobe para US$120, mas com ele você não entra em filas. Não economize nesta hora. Entrar logo nos brinquedos é fundamental para quem quer consumir apenas um dia no parque e ver muitas atrações. O passe vale por um período de dias para você escolher quando vai usá-lo. Isso é importante para administrar a ida em função de dias de chuva ou outros fatores que mudem sua programação de viagem.

As atrações são de três tipos:

– viagens com simulação de movimentos.
– efeitos de 3D.
– magia do cinema.
– montanha russa.
– e outros, para não deixar a classificação aberta.

Os “Transformers. The Ride 3D” é a grande atração de simulação de movimento da Universal. Se você tem propensão a ter uma ataque epilético, vai ser ali que você terá. Em geral, os expectadores sobrevivem. Algumas colunas vertebrais ficam lesadas, mas o efeito especial é espetacular. Os jovens vibram. Os mais velhos, gemem com a tonteira e colunas sentidas. Do lado de fora, figurantes fantasiados com a armadura dos Transformers fazem a festa da garotada. O parque oferece outra atração desse tipo: The Simpsons Ride.

Terminator 2 é o show de 3D combinado com teatro. Fica como uma homenagem ao filme Exterminador do Futuro. Merece uma olhada. Também há o 3D do King Kong, bem feito e agitado. Se quiser mais 3D, há ainda o show de 3D de Shrek, mais simples.

O cenário do Waterworld é bonito e o show combinado água, fogo e muita ação resgata o filme que custou uma fortuna e não rendeu tanto assim. Dica: Se você não está disposto a se molhar, não sente nos banquinhos pintados de azul. Se ficar nessa área, você será enxaguado.

O Studio Tour é imperdível para quem gosta de cinema. O passeio pelos cenários é emocionante. A Universal introduziu alguns bons momentos de efeitos especiais de verdade e em 3D. Dica: Procure ficar no final do trenzinho, onde a visão dos efeitos é melhor.

Jurassic Park – The Ride é a montanha russa suave com uma grande descida no final. O efeito é como o da montanha encantada da Disney. É divertido e o frio na espinha proporcionado pela rampa final não assusta.

Tem uma Casa Mal Assombrada, que classifico como “outros”, que assusta mesmo os menos avisados. Criaram um corredor no escuro e uns sujeitos ficam nos pregando sustos. A desorientação do escuro é eficiente. Recomendação: relaxe e deixe os figurantes trabalharem. Pelo que vi, moças e crianças saem apavoradas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.