Los Angeles [EUA] Hollywood

Pra começar, fui na Calçada da Fama e Teatro Chinês. o estacionamento por ali é difícil ou é caro. Fui pelo caro, paguei US$20 e estacionei a 50m do Teatro Chinês. A frente do dito teatro é uma bagunça só. Um bando de turistas sem saber bem o que vieram fazer ali. Pessoas se caracterizam de personagens famosos, como Homem Aranha e Mulher Maravilha, e ficam cobrando para fotos. Emocionante!

A Calçada da Fama é um exemplo de como o cinema pode atrair a gente para olhar literalmente para o chão. A brincadeira é identificar gente famosa das artes que estão imortalizadas em estrelas encravadas na calçada. São cerca de 2.400. Se quiser olhar tudo, tem que bater muita perna. Dica: Você pode saber com antecedência o endereço de seus ídolos consultando o site Seeing Stars.

No caminho para outra atração, um sinal fechado, uma oportunidade, e feita uma foto interessante. Coloquei em P&B para dar mais solenidade à obra (!?).

Depois, seguindo o clássico, fui a Beverly Hills, visitar o templo consumista de Rodeo Drive. Sem dúvida, são as mais belas vitrines do mundo. Todas as marcas famosas estão representadas. Divertido ver os pobres mortais (eu, um deles) curtindo o “special way of life” imortalizado no filme Pretty Woman. Dica: Tem um estacionamento com valet, localizado numa das extremidades da rua, que é grátis. Como só vi carro de bacana e gente dando gorgeta aos motoristas, me fiz de brasileiro endinheirado e dei 5 dólares para o manobrista que me trouxe o carro. Uma festa! Ele abriu logo o sorriso, abriu portas, me desejou Feliz Ano Novo, um espetáculo.

O tempo não deixou ir ao Griffith Park para ver o letreiro de Hollywood de mais perto. Acho que não perdi muito. Também a vista da cidade não tem grandes novidades. LA é muito plana, é monótono observar a paisagem por ali. Falta uma Torre Eiffel, uma Golden Gate, um rio Tâmisa ou um Pão de Açúcar… Não fiz o típico passeio pelos bairros dos famosos, para ver e invejar onde moram as estrelas do cinema. Para fechar este dia, tive a sorte de optar pelo simpático Farmer’s Market, a Cobal de LA, com boas opções para refeições. Tem estacionamento público em frente. Você encontra comida de tudo quanto é lugar, até de um certo país latino-americano… E faz fila!

Logo do lado, o mall The Grove oferece oportunidade para uma caminhada apreciante/consumista, com lojas interessantes, como Apple e Crate And Barrel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.